13.8.04

Busca

Felicidade, busco-a.
Busco-a, com o olhar de menina travessa
que aguarda do orvalho, cada gota
para acariciar uma rosa.
Busco-a com ar de adolescente,
na folha especial,
entre o veludo e a prata
do velho livro manuseado
Amor, prosa e poesia
com trevo marcado
Busco-a no auge da lisura da tez,
e na instauração do cio.
Na beleza do rio
que margeia a cidade.
No brilho do sol,
intenso e caro
imenso e claro
Busco-a no grito do final da tarde
que anuncia a noite
E ainda que o breu flagele
meus olhos,
busco-a no escuro,
e acato o açoite.